SVB promove campanha para diminuir o consumo de carne

Por Bárbara Gengo e Iara Aurora

Quando se fala em proteção de animais, um tema bastante ligado ao assunto é o vegetarianismo. A idéia de contribuir para diminuir os maus tratos sofridos por animais em abates distribuídos pelo mundo e até mesmo evitar que mais vidas sejam exterminadas são os principais motivos que levam muitas pessoas a mudarem seus hábitos alimentares e adotarem a causa, como Marly Winclker, presidente da Associação Vegetariana Brasileira (SVB) e adepta do movimento há quase 30 anos. Marly explica que diversas ações de tortura são cometidas contra animais no abate. “Como rotina o gado é castrado e seus chifres arrancados. O animal é marcado a ferro quente, sem anestesia. Estes procedimentos são realizados somente para benefício econômico e conveniência dos produtores de carne”, e os maus tratos não param por aí, “Os animais que sofrem quebra de pernas, pelve, pescoço, ou costas e que não podem mais locomover-se para fora dos caminhões, não passam por eutanásia, ao invés disso, eles rotineiramente são acorrentados pelo pescoço ou pernas e arrastados para fora dos caminhões até o piso do matadouro, onde, muitas vezes, agonizando de dor, chegam a esperar horas para serem abatidos” conclui a presidente da SVB.

A mais recente ação promovida pela entidade é a campanha Segunda Sem Carne, projeto lançado pela SVB em São Paulo em parceria com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente. O intuito da ação é alertar a sociedade sobre os benefícios de uma alimentação vegetariana e incentivar as pessoas a deixarem de consumir carne ao menos uma vez por semana. “O vegetariano tem risco reduzido de doenças crônicas e degenerativas, como cardiopatias, câncer, diabetes, obesidade, osteoporose, doenças da vesícula biliar e hipertensão” reforça Marly ao falar sobre as melhoras que uma alimentação sem carne pode trazer para a saúde.

Logotipo da campanha divulgada pelo site www.svb.org

A SVB existe desde 2003, seu objetivo maior é promover o vegetarianismo no Brasil, divulgando seus benefícios e apontando os malefícios e impactos negativos da alimentação centrada na carne. Para isso, a associação realiza diversos eventos como participação em congressos, encontros temáticos, seminários, palestras, entrevistas, listas de discussão e muito mais.  Vale ressaltar que de acordo com a presidente da associação, atualmente está em andamento um projeto de merenda escolar vegetariana.

1 comment for “SVB promove campanha para diminuir o consumo de carne

  1. 27 de junho de 2011 at 10:06

    Bom dia.

    Marly está na vanguarda da transmutação dos paradigmas do trato da alimentação.

    Seu trabalho desenvolvido na SVB é extremamente relevante no âmbito mundial e, de multipla replicabilidade local.

    Pode ser norteador das atividades locais, sejam da sociedade organizada ou individuais.

    Mas, ainda sinto falta do tema de maior aceitabilidade por parte do cidadão comum: os benefícios ao meio ambiente do ato de deixar de usar como alimento os animais, mesmo que por apenas um dia da semana.

    Creio seja importante focarmos nesta faceta positiva do vegetarianismo. Não quero dizer que seja mais importante que as outras, sino que é a de mais fácil aceitação, principalmente por parte da juventude.

    Que tal?

    Um Abraço Fraterno.
    Jarbas Lima Lemes

Comments are closed.