Moda Urbana Japonesa: Gêneros de Lolita

 por Vitor Gonçalves
  
Classical Lolita

Dos subgêneros do universo lolita, o Classical deve ser o que mais passaria batido na rua. Mas não porque seja menos interessante ou bonito. É porque os vestidos, saias e acessórios fogem um pouco daquele universo mais bonequinha e se apresentam de forma mais sóbria.

A começar pela saia, todos os estilos de lolita tem o famoso formato de sino, digna da era vitoriana. No caso do Classical, até a anágua é própria para que o caimento seja adequado e diferenciado. É o formato A-line, em formato de A, bem mais reto. A cintura não fica toda cheia como no Sweet Lolita, por exemplo.

Menina veste estilo Classical Lolita

Menina veste estilo Classical Lolita

As cores desse estilo também são menos pastéis, mais discretas. Nada de muito rosinha, azulzinho, verdinho. O rosa pode ser o envelhecido, o azul, marinho, o verde, musgo. Tecidos que usam das listras e do xadrez também existem. É recorrente também o marrom, o preto, os beges, o creme e o vinho. Na parte das estampas surgem coisas mais clássicas mesmo, como coroas, camafeus e rosas. Os acessórios seguem na mesma linha. Imagens mais infantis também podem aparecer, mas sempre sem perder a elegância do estilo. Acessórios dourados e prateados, especialmente com aparência envelhecida, e pérolas também pertencem a esse visual Classical.

Na cabeça, podem aparecer boinas, chapéus, headdresses, headbows, corsages, bonnets, assim como no Sweet Lolita, mas novamente mantendo maior elegância e sobriedade. Nos pés, botas vitorianas ou sapatos requintados, de preferência em cores menos gritantes, mantendo a classe e a seriedade do outfit.

 Shiro e Kuro

Meninas vestem os estilos Shiro e Kuro

Meninas vestem os estilos Shiro e Kuro

 

 

 

Shiro e Kuro. Esse é fácil. Em japonês, “shiroi” quer dizer branco e “kuroi”, preto. Logo, esse estilo não é nada mais nada menos que uma lolita INTEIRA de branco ou INTEIRA de preto. Os dois casos se aplicam juntamente com o estilo sweet de se vestir. Os acessórios não podem de outras cores que se destaquem e o mais apropriado é se use pérolas para o Shiro e Prata para o Kuro. No caso do branco, há também algumas variações (como o azulado, o off-white), mas deve-se tomar cuidado para que um branco não domine o outro. Senão perde a unidade da cor, principal característica do estilo.

 

Sailor Lolita

 A Sailor Lolita veio da temática Sweet, mas posteriormente acabou ganhado sua própria subdivisão. Sailor é marinheiro em inglês; logo, os temas e cores costumam acompanhar essa estilo. As cores mais usadas são azul, branco e vermelho, mas como não poderia deixar de ser, há sailor lolitas que usam também rosa, além do preto e do azul bebê.              

Menina veste estilo Sailor Lolita

Menina veste estilo Sailor Lolita

 

As estampas vêm embaladas em motivos náuticos, como timões e âncoras. Normalmente há listras náuticas nas barras da manga, da saia e também nas golas. Há certa semelhança com uniformes escolares (sailor fuku), por causa das saias plissadas e das golas de marinheiro.

No que diz respeito aos acessórios, as meias listradas, normalmente evitadas nos outros estilos de lolita, aqui ganham seu espaço, além de gravatas e chapéus. Esses últimos vão desde o modelo de marinheiro clássico até boinas, headbows e chapéus de palha como boater hats.

 

 

 

Sweet Lolita

 Eis o estilo de lolita mais famoso de todos. O sweet faz uso de montes e mais montes de babado, volume, renda e laços. É o mais parecido com uma verdadeira princesa da época vitoriana, ao mesmo tempo que mostra ser o mais infantil, até pelas temáticas utilizadas em suas estampas.

Meninas vestem estilo Sweet Lolita

Meninas vestem estilo Sweet Lolita

 O Sweet Lolita dá maior liberdade em quesito de cor. Normalmente as mais utilizadas são as pastéis, como rosa, amarelo, sax (tonalidade clara de azul), branco, além de outras cores mais fortes também, como amarelo e rosa mais destacados. As estampas trazem tanto temas consagrados, como Alice no País das Maravilhas e Chapeuzinho Vermelho, quanto figuras mais genéricas como laços, cupcakes, bolos, biscoitos, macarons e parfaits (esses dois últimos tipos de doces franceses). Frutas também são bem vindas, assim como notas musicais, polkadots, estampas em xadrez e gingham.

 Os acessórios variam de acordo com o que a lolita está vestindo. Mas podem ser laços, pérolas, de diversos materiais (até mesmo de plástico com glitter). Na cabeça, assim como os outros estilos, não pode faltar um chapéu (mini-chapéu também vale), boinas, bonnets, corsages, headdresses, e até mesmo doces! Nos pés, os sapatos tem o bico redondo e podem ser alto, baixos ou com plataforma. O que não é comum é salto fino.

 Com muita liberdade, as bolsas podem vir em diversos formatos, sempre atentando ao conjunto de todas as peças e ao quesito “meiguice” próprio desse subestilo, também conhecido no Japão como amarori.

 Sweet OTT

 Em inglês há a expressão chamada over the top, que significa algo exagerado, muito mais que o comum ou necessário (ainda que possa ser de propósito). Esse é o significado da sigla que acompanha esse subestilo que, como o próprio nome indica, tem muito a ver com o sweet. Aliás, podemos até pensar no sweet OTT como uma versão “motor em força total” do sweet.

Menina veste Sweet OTT Lolita

Menina veste Sweet OTT Lolita

Isso porque as diferenças de estrutura não são gritantes. O único requisito é que o OTT seja sempre MAIS. Cores? Mais que uma. Acessórios? Aos montes (exemplo: wristcuffs e pulseiras; glitter em pérolas). Perucas? Com certeza. Inclusive de duas cores.

 A maquiagem é muito presente, com delineador forte, cílios postiços, unhas postiças (e decoradas, obviamente), lentes que deixam os olhos maiores e redondos (circle lenses), mais glitter e strass se der na telha. As bolsas não saem muito do comum no sweet. Os sapatos também não, com exceção da quantidade de cores que pode vir nele. As estampas são grandes e bem chamativas também, sempre justificando o OTT do nome em níveis absurdos.

 

Punk Lolita

 Esse subestilo é bem óbvio. Mas pode causar problemas se não houver um cuidado. O mais comum é que, na febre para montar um visual punk, elementos básicos de uma lolita sejam esquecidos. Por exemplo, a saia, que precisa ter volume e um certo comprimento.

Menina veste estilo Punk Lolita

Menina veste estilo Punk Lolita

 A partir daí, o visual tende bem pro estilo rock mesmo, sem muitos segredos. Preto, roxo, vermelho, ou até mesmo cores mais claras mas com uma postura menos fofa, mais agressiva. Listras, xadrez, risca de giz, estampas variadas com temática mais rock são sempre bem vindas. Na cabeça headbows são comuns, assim como chapéus e cartolas. Os sapatos podem ser uma boa oportunidade de ousar, caso o visual tenha ficado muito “normal”. E os acessórios também, como pingentes, pulseiras, caveiras, crucifixos, alfinetes e tudo mais. A premissa é simples: escolha as cores mais apropriadas e monte a base lolita. Depois, é só ser livre pra combinar sapato, bolsa e acessórios.

 Gothic Lolita

 Assim como o punk, o Gothic Lolita bebe e muito nas referências do rock. E também assim como o punk, precisa dos elementos básicos da lolita pra funcionar.

Menina veste estilo Gothic Lolita

Menina veste estilo Gothic Lolita

Uma das peças mais marcantes na vestimenta do gothic talvez seja o espartilho, usado por cima do vestido ou camisa, e não só com a saia (que tem menos volume). Pode ser do tipo que cobre o busto ou não. O estilo até remete ao classical, mas é mais dark. Além do preto, o gothic pode ter outras cores também, como vinho, bordo, branco, vermelho, entre outros. A combinação mais comum é o preto com branco, embora não seja obrigatório. Estampas são crucifixos, caixões, rosas, morcegos e coisas do gênero.

 Na cabeça podem vir corsages variados (inclusive lembrando véus), além de headdress (retangulares) e ocasionalmente bonnets. Os acessórios são os que góticos normalmente usariam. E os sapatos não tem laços e essas coisas, são mais lisos, com destaque para as plataformas.

 Deco Lolita

 Há muita confusão entre o Sweet OTT e o Deco, porque ambos são exagerados.  Mas há diferenças.

Menina veste estilo Deco Lolita

Menina veste estilo Deco Lolita

O Deco não possui cabelos volumosos. As cores das roupas são mais contrastantes e normalmente vivas, não pastéis como no OTT. As estampas são menos imagéticas e mais sóbrias, como listras, polkadots e a mistura de vários tipos desses tecidos e padrões.  A principal diferença, porém, fica nos acessórios, com muitos colares, anéis, pulseiras, com destaque nas coisas no cabelo, como tic-tacs coloridos.

 A maquiagem é menos afetada que o sweet OTT, mas ainda pode ter strass e cílios postiços. O cabelo também pode ser colorido.

 

 Country Lolita

Menina veste estilo Country Lolita

Menina veste estilo Country Lolita

 Parece fácil de entender. Muito do country se assemelha ao sweet e ao classical, com sutis diferenças que mudam tudo. Chapéus e bolsas podem fazer toda a diferença. As estampas seguem uma linha mais campestre, como flores, frutas e temas do tipo. Normalmente essas figuras são distribuídas de maneira discreta pela roupa. Chapéu de palha é o mais tradicional, normalmente acompanhado de faixas de tecido.

 Os acessórios devem seguir a temática do estilo, regra que se aplica a outros subestilos também. A cestinha na mão é notável. Os sapatos são os mesmos do sweet ou do classical. Como indicado antes, são mudanças sutis, mas que fazem toda a diferença e criam um novo clima pro outfit.

Hime Lolita

 De todos os gêneros lolita, o mais “real” de todos é o hime. A palavra em japonês significa princesa. Mas, nesse caso, não é a princesa da época vitoriana e sim a do rococó.

Menina veste estilo Hime Lolita

Menina veste estilo Hime Lolita

A hime pode puxar tanto para o classical quanto para o sweet. No caso do primeiro, as cores são um pouco mais discretas e há underskirt. Há mais babados do que antes, mais mangas trabalhadas, mais volume e mimo do que nunca. Como principais características também podemos citar os cabelos, que dessa vez são muito arrumados, de preferência com cachos perfeitamente trazidos à vida, além de uma maquiagem que deve ser muito bem aplicada e mais presente, e não discreta como normalmente se vê em sweet, por exemplo.

 Na cabeça, a coroa é a escolha mais óbvia, mas bonnets, corsages e laços também aparecem. Acessórios são de pérolas, coroas de novo, relicários, rosas, camafeus, essas coisas mais requintadas e delicadas. As bolsas no formato de coroa também são ideais, mas outros formatos também são permitidos. Pra variar um pouco, sempre levando em consideração o conjunto da obra. Os sapatos são sweet ou classical, dependendo da vestimenta.