Particularmente voluntário

Colégio particular oferece atividades culturais ao público carente na região de Itaquera

Por Raphaela Maia

Em uma inesperada iniciativa de inclusão social, o colégio particular de educação infantil e ensino médio Curso Ideal, localizado no bairro de Itaquera, zona leste de São Paulo, abriu seus portões para toda a comunidade carente que existe na região.

O professor Romeu Mastre, que dá aulas de hidroginástica para um grupo da terceira idade.

Desde fevereiro deste ano, diversos projetos de inclusão vêm sendo aplicados nesta escola. “Nem todos têm acesso a uma educação de qualidade, além de lazer e um pouco mais de contato com a cultura”, afirma Mônica Regina Martins, diretora da instituição.

Mônica Regina, a diretora do Curso Ideal, entra na farra em festa para as crianças carentes

Ela é responsável pela idealização do programa Escola que integra, que já agrega aulas de informática básica e Internet, dança para garotas (ballet e flamenco), futebol para jovens meninos e hidroginástica para a terceira idade.

“No começo do projeto, foi difícil reunir voluntários para dar aula, mas quando as pessoas carentes começaram a surgir, muitos dos professores que trabalham aqui ficaram sensibilizados e decidiram colaborar com a causa”, conta Mônica.

É o caso de Romeu Mastre, professor de educação física do colégio. “Desde quando soube do projeto quis ajudar, mas, às vezes, colocamos empecilhos para não fazer as coisas”, admite. “Mas quando vi a carinha daqueles adolescentes, não pude ficar de braços cruzados”, ele lembra sorrindo.

Mastre levou a causa tão a sério que decidiu montar uma turma de hidroginástica para a terceira idade. “A piscina da escola não é utilizada quase nunca e a hidroginástica é uma paixão que sempre tive, então, resolvi unir o útil ao agradável”, diz. Atualmente, 17 idosos participam das aulas.

Outra vitória para o programa de integração foi a parceria com a escola de idiomas Skill, que possibilita meia bolsa de estudos nos cursos oferecidos pela empresa a qualquer inscrito no projeto Escola que integra. Esta empresa já possuía um vínculo com o Curso Ideal e oferecia o mesmo desconto a qualquer aluno do colégio.

Podem participar do Escola que integra quaisquer moradores da região , desde que comprove residência e algum fator de carência, como estudar em escola pública ou receber até dois salários mínimos, por exemplo.

Participe

Projetos voluntários geram desenvolvimento social em Itaquera