Ateliê promove projeto social

Por Vicente Conte

O Ateliê Nobre Sucata, desde sua criação em 2003, desenvolve um projeto cultural na região onde trabalha em São Paulo, o bairro da Mooca. Consiste no projeto “Portas Abertas” que se trata de uma iniciativa pessoal dos artistas que ali trabalham. Pelo menos uma vez por mês, em algum fim de semana, os artistas trabalham ao ar livre, deixando abertas as grandes portas de metal que guardam o espaço.

“A ideia surgiu do nada, alguns queriam captar uma luz natural vinda da rua enquanto outros artistas acharam interessante a paisagem urbana da região, por isso começamos a pintar de vez em quando na rua do ateliê mesmo” Conta Loureiro, que acrescenta: “ Com o passar do tempo começou a se criar um burburinho na região sobre o ateliê e assim começaram a aparecer muitos curiosos e interessados em arte nos dias que pintávamos ao ar livre.”

Mesmo tornando-se uma iniciativa social sem querer, o grupo acabou gostando da ideia, e assim, começou fazer tours explicativos pelo ateliê nos dias em que abrem suas portas, dando “mini-aulas” sobre história da arte e técnica em geral a comunidade, incluindo idosos e crianças de rua: “Muitas vezes fazemos vernissages no ateliê e os convidados, que muitas vezes são outros artistas ou especialistas em arte, não se comportam tão bem quanto as crianças de rua que frequentam o ateliê. Eles ficam quietinhos, prestam atenção em tudo, são super educados.” Comenta Márcio Caetano.

Voltar a matéria principal: Ateliê reúne artistas ‘ecológicos’ na Moóca em São Paulo