Reciclando para o futuro

Por Thomas Bento

Para ter o controle sobre o meio ambiente do país, o Governo Federal criou em 1984 o Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. O órgão pertencente ao Ministério do Meio Ambiente passou a criar Resoluções para moldar as empresas em normas ambientais.
A última resolução criada foi em setembro de 2009 (nº 416), no artigo um, “Os fabricantes e os importadores de pneus novos, com peso unitário superior a 2,0kg (dois quilos), ficam obrigados a coletar e dar destinação adequada aos pneus inservíveis existentes no território nacional, na proporção definida nesta Resolução.”

Veja:

Amercian Tyre explica o processo de remoldagem de pneus

Empresas se preocupam com o futuro da população e meio ambiente

Antes do anúncio desta Resolução restrita, já haviam outras publicadas. Por este motivo a ANIP criou o Programa Nacional de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis e em conjunto com  as empresas Bridgestone Firestone, Goodyear, Michelin e Pirelli, criaram a Reciclanip em 2007.
A Recilanip, desde sua criação, já foram reciclados mais de 200 milhões de pneus e recebeu um investimento de R$ 180 milhões em seu programa de coleta e reciclagem. Com isso conseguiu abrir 437 postos de coleta espelhados nas princiais capitais do país.

E mais

O crescimento e investimento do pneu

O pneu: ontem e hoje

Lições de cidadania: reciclagens de pneus

Veja ainda

Video detalha como cuidar de seus pneus

Para mais informações sobre reciclagens de pneus siga @reciclapneus

Acesse também

Reciclagem de pneus

A rede Recicle Pneus no NING