O centro ganha nova vida

Mateus Cleto e Thiago Barreto

Com passado glamuroso, o centro de São Paulo hoje sofre com a degradação e descaso das autoridades. As ruas, outrora freqüentadas pela elite paulistana, hoje são o retrato da falta de organização. Moradores de rua se aglomeram pelas calçadas; latas, papéis e todo tipo de lixo são encontrados aos montes, ofuscando a paisagem das belas construções históricas. Todos estes fatores, somados à violência crescente, causaram o afastamento da população do Centro.

Em face desta situação, diversos projetos privados estão sendo desenvolvidos visando estimular, através da cultura, a volta da população a esta região da cidade e sua conseqüente revitalização.

Para Amauri Luis Pastorello, subprefeito da Sé, é muito importante a utulização dos espaços públicos para eventos em prol da cidade. “Eventos que valorizam a utilização de espaços públicos pela população acontecem em muitos outros países. O projeto Ocupação Cultural é uma forma de incentivo para que se promova isso na cidade de São Paulo e a prefeitura está apoiando para que seja um sucesso”, destacou Pastorello.

 Com estas ações sendo para valorizar o centro da cidade de São Paulo, é criada uma atmosfera positiva contagiando o público que passa e freqüenta o local. Leonardo Teixeira, engenheiro de computação, nos contou, eufórico: “Na verdade, eu vim acompanhar meu amigo e fui surpreendido, que bom! Com esses eventos as pessoas podem melhorar a opinião e dar mais valor a região central da cidade”.