Desconstruindo o Clichê

Cantora Pitty faz música sobre atitude feminina nos tempos modernos 

A baiana Pitty conseguiu seu espaço no cenário do rock nacional em 2003. Após 7 anos de sucesso, em seu ultimo disco Chiaroscuro, a cantora compôs a música “Desconstruindo Amélia” em referencia a mulher submissa. Não poderia existir um nome mais apropriado que “Desconstruindo Amélia” para uma música que fala de forma escancarada como a mulher contemporânea é vista pela sociedade que a criou e como ela mesma enfrenta seus conflitos de mulher. 

Cantora Pitty agita o público na Virada Paulista 2010

“Invoquei em escrever uma letra sobre um assunto- investigação-curiosidade: como seria a Amélia do século XXI ? Depois de queimar o sutiã , obter direito ao voto e passar a exercer cargos de comando em poderosas empresas, como sentem-se hoje as mulheres? Aliviadas por terem mais autonomia ou sobrecarregadas porque além dos afazeres domésticos acumulam a função de sustentar uma casa? Pesquisei , e não pude deixar de (re) ler O Segundo Sexo de Simone de Beauvoir; obra esta que me ajudou a clarear os pensamentos e a trazer para a música a seguinte frase: “Já não quer ser o Outro, hoje ela é Um também.” A Amélia de Ataulfo e Mario Lago mudou. Aquela que “era mulher de verdade e que não tinha a menor vaidade” hoje se desdobra entre a delicadeza de saber preparar uma refeição e a garra de acordar cedo pra ir trabalhar e tomar decisões. E, claro, se por acaso der pra fazer as unhas no intervalo do almoço, melhor ainda” conta a cantora em seu blog. 

Veja mais em: 

As mulheres do rock em evidência 

Riot Grrrl discute temas relacionados ao rock e feminismo 

Festival Feminino de Rio Claro da show de solidariedade

Perfil do entrevistado 

Confira a música 

Imagem de Amostra do You Tube

Já é tarde, tudo está certo 

Cada coisa posta em seu lugar 

Filho dorme, ela arruma o uniforme 

Tudo pronto pra quando despertar 

O ensejo a fez tão prendada 

Ela foi educada pra cuidar e servir 

De costume esquecia-se dela 

Sempre a última a sair 

Disfarça e segue em frente 

Todo dia, até cansar 

E eis que de repente ela resolve então mudar 

Vira a mesa, 

Assume o jogo 

Faz questão de se cuidar 

Nem serva, nem objeto 

já não quer ser o outro 

hoje ela é um também 

A despeito de tanto mestrado 

Ganha menos que o namorado 

E não entende o porquê 

Tem talento de equilibrista 

ela é muitas, se você quer saber 

Hoje aos trinta é melhor que aos dezoito 

Nem Balzac poderia prever 

Depois do lar, do trabalho e dos filhos 

Ainda vai pra night ferver 

Disfarça e segue em frente 

Todo dia, até cansar 

E eis que de repente ela resolve então mudar 

Vira a mesa, 

Assume o jogo 

Faz questão de se cuidar 

Nem serva, nem objeto 

já não quer ser o outro 

VOLTAR PARA PÁGINA INICIAL  

Aproveite para visitar: Guitarra de Calcinha , @gdecalcinha e a matéria em flash