Cursos profissionalizantes levam jovens ao mercado de trabalho

Por Renata Cristina Pereira
divulgação

 

 

 

 

 

Fachada do Instituto Profissionalizante Paulista

Que carreira seguir? Como entrar no mercado de trabalho? O que farei depois que acabar a escola? Perguntas como essas são freqüentes. Milhares de adolescentes são perseguidos por inúmeras perguntas que permeiam em suas cabeças e que fazem parte das cobranças do mundo moderno.

A jovem Fernanda de Castro, 16 anos, sabe bem o que é isso. No segundo ano do ensino médio começou a planejar seu futuro profissional, mas não sabia como conseguir um emprego sem experiência alguma. “Quero sair da escola e já ter um trabalho para poder pagar minha faculdade”, explica. Foi com esse objetivo que Fernanda começou a procurar cursos profissionalizantes que a impulsionaria ao mercado de trabalho.

Ao preferir cursos gratuitos, Fernanda encontrou o Instituto Profissionalizante Paulista, localizado na Avenida Paulista, uma ONG que oferece cursos gratuitos para jovens entre 14 a 22 anos. Lá, o jovem tem acesso, primeiramente, ao Programa de Iniciação ao Trabalho (PIT), um curso com noções básicas profissionais. São 160 horas de aulas teóricas e 32 horas de aulas práticas, totalizando uma carga horária de 192 horas. Fernanda está no início dessa etapa, já se preparando para o primeiro emprego.

Às 6 horas da manhã, o dia começa amanhecer, e Fernanda começa a se arrumar para iniciar seu curso. As aulas acontecem quatro vezes por semana e tem carga horária de quatro horas por dia. Durante 3 meses, o aluno será preparado para as exigências do mercado de trabalho, desenvolvendo atividades profissionais.

Após toda preparação, o IPP procura uma colocação profissional para o jovem no mercado de trabalho e logo que começa a trabalhar, seu laço com o IPP continua, pois é encaminhado para o Programa de Aprendizagem Profissional – PAP. Esse é o caso de João Henrique, 19 anos, atualmente conseguiu seu primeiro emprego e agora participa do PAP. “Consegui meu primeiro emprego e agora o Instituto Profissionalizante Paulista dará continuidade a minha formação, me orientando e me dando acompanhamento no trabalho”, diz.

Para que o jovem caminhe bem, o Programa de Aprendizagem Profissional vem para complementar sua formação e fazer o acompanhamento das atividades desenvolvidas em seu trabalho. Essa etapa é uma pouco mais longa, tem duração de 2 anos e é composta por 8 módulos de 3 meses cada, totalizando uma carga horária de 760 horas. Os jovens também são convidados a participarem de atividades extra-classe, como a participação em atividades culturais.

Depois de tanta determinação desses jovens é hora de ganhar o certificado. Segundo o Instituto Profissionalizante Paulista, após a conclusão dos programas de aprendizagem, o aluno recebe um certificado de conclusão. Agora é hora de trabalhar bastante, e conquistar o sucesso tão ansiado.

Para aqueles que querem seguir a dica da Fernanda e do João Henrique, podem acessar o site www.ipp.org.br e obter mais informações sobre a instituição. 

 

Leia mais:
Entidades oferecem cursos gratuitos para profissionalização
Espro capacita jovens de baixa renda com programa de aprendizagem
Dia de trabalho virou projeto de integração social no Jardim Ângela
Volte a matéria principal
Entidades oferecem cursos gratuitos para profissionalização

 

Acompanhe pelo Twitter: @aprendercrescer / Blog: aprenderparacrescersp.blogspot.com